Conheça a ferramenta para descobrir o Cliente Ideal

16 de maio de 2016

Aquela pessoa que consome seus produtos e serviços “por música”, que está sempre ansioso por novidades da sua marca ou empresa: esse certamente é um cliente ideal. Muitos acreditam que isso é um privilégio de empresas como a Apple ou Nike, mas o marketing digital oferece formas e ferramentas de encontrar o cliente ideal de qualquer empresa.

Cliente Ideal

Diferença entre persona e cliente ideal

Muitos confundem o conceito do cliente ideal com a etapa de criação de personas, caminho essencial para o planejamento do marketing digital. Apesar de serem diferentes, os dois se complementam.

Enquanto a persona reúne informações de entrevistas e dados sobre público-alvo condensados em uma pessoa semifictícia, com nome, idade, cargo, local, dores (fraquezas) e necessidades (ganhos), o cliente ideal é um passo além no relacionamento entre uma empresa e seu público.

Conhecer seu cliente ideal é escolher, entre as inúmeras personas que sua empresa já desenhou, aquele para quem você quer vender, com quem você quer negociar. Você sabe como ele se comporta, quais livros lê, quais músicas mais gosta e, claro, quando está mais propenso ao momento de compra.

É como a treinadora de desenvolvimento pessoal, Paula Abreu, comentou certa vez, em uma palestra no evento Segredos da Audiência 2016: “é como conversar com seu amigo de infância. Tem coisas que não é preciso nem falar, um já advinha o que o outro está pensando”.

Muitas vezes, uma empresa tem inúmeras personas para atender os diferentes segmentos, mas sente que nenhuma é realmente impactada por seu conteúdo, por seu trabalho, produtos e serviços. O motivo pode estar bem diante de seu nariz (e em 99% dos casos, está, como sempre diz nosso CMO, Cezar Filho).

Como construir relacionamento com seu cliente ideal?

Enquanto alguns pregam por aí que o cliente ideal é uma questão de escolha, de “pensar por uns minutos”, na ODIG Digital Marketing Experts entendemos que o marketing digital oferece ferramentas e formas de garimpar esse “ouro”.

Não tem como mentir: vai dar trabalho, será necessário investir tempo, mas o resultado — encontrar seu cliente ideal — é a recompensa. Se aproximar de fato de seu público e saber como se comunicar (de verdade) com ele. Enquanto as grandes marcas levaram décadas para encontrar o ouro, o mundo digital possibilita encurtar esse tempo.

Se um cliente ideal só é descoberto por relacionamento, já é possível imaginar que você tem de se preparar para falar com eles. Canais não faltam: fóruns, área de comentários no blog, redes sociais, vídeos e redes de vídeo, entre outros. O importante é sair da caixa, do seu mundinho de tentar adivinhar como agradar sua persona e começar, efetivamente, a trocar informações com ela.

Você sabe que sua persona gosta de ler livros voltado às boas práticas e cases inspiradores de administração? Por que não compartilhar suas impressões e aprendizado obtido no mais novo livro do empresário Flávio Augusto da Silva (autor do “Geração de Valor”)? Se ele gosta de acessar um site como o Administradores.com ou a página da revista Exame, por que você também não acessa, comenta e acompanha as informações que ele deixa nos comentários desse site?

Uma das vantagens que o mundo digital oferece é poder estar presente sem “stalkear”, termo que define perseguição virtual. Por mais reservadas que as pessoas sejam, há exposição de informações e preferências pessoais na internet (mesmo que de forma anônima). A qualidade dessas informações varia muito conforme o local em que você vai buscá-las. Em pouco tempo frequentando determinado ambiente virtual, dá para perceber se vale a pena continuar, participar ou migrar para o próximo.

Ter personas bem construídas é o caminho para começar a descobrir seu cliente ideal. Sempre tenha isso em mente.

Como transformar a persona em cliente ideal

Monitoramento é a palavra-chave. Reserve um tempo de seu dia ou noite (o que você faz da meia-noite às seis?) para monitorar ambientes virtuais onde sua persona costuma frequentar. Nesses locais é que você vai começar a entender melhor como ela age, o que pensa e, claro, como consome.

Ninguém disse que era fácil, né? Para memorizar tanta coisa, é preciso tomar nota. Desde aquela citação do Max Gehringer até um trecho de música do Caetano Veloso citados pelas personas que você está monitorando.

Com o tempo, você vai perceber que aquelas informações iniciais como nome da persona, idade, quantos filhos etc não são tão relevantes quanto saber como se aproximar dela com aquela citação “coringa” sobre determinação que o escritor Caio Fernando Abreu resgistrou certa vez. Ele tinha frases pra tudo, não?!

Essa proximidade, essa sensação de compartilhar dos gostos, preferências, anseios de sua persona é o que te faz descobrir se você encontrou ou não seu cliente ideal, aquele que tem a ver com sua empresa e com o que você procura.

Em outras palavras: a ferramenta para encontrar seu cliente ideal é usar os meios digitais para chegar até os locais que ele frequenta, se aproximar dele, conhecer suas preferências.

Faça esse exercício e nos conte o que encontrou! E se precisar de ajuda, deixe seu recado abaixo.

Autor Flavio em ODIG Digital Marketing Experts
Flavio Barboni

Jornalista, graduado pela Universidade Anhembi Morumbi (SP) e com experiência em redações, produção de conteúdo e em comunicação corporativa.

Faça seu comentário aqui: